Permissão de visita a Suécia

Visto de turismo e visto para viagens de negócios ou conferências.

Cidadãos brasileiros não precisam de visto para viajar dentro da área Schengen, e podem ficar até 90 dias nos países de Schengen sem visto.

Desde 25 de março de 2001, a Suécia participa de todas as cooperações de Schengen. Isto significa que as pessoas podem viajar livremente entre os membros países de Schengen.

Os seguintes países fazem parte do tratado de Schengen: Suécia, Noruega, Dinamarca, Finlândia, Islândia, França, Alemanha, Bélgica, Países Baixos, Luxemburgo, Espanha, Portugal, Grécia, Itália e Áustria. Irlanda e o Reino Unido participam somente em certas partes do tratado e continuarão o controle de entradas nas fronteiras.

Um estrangeiro, que não tenha a obrigação de ter visto, tem legalmente o direito, depois da entrada num país Schengen, de viajar livremente na área durante o período máximo de 90 dias. Isso significa que não é permitido entrar na Suécia, ficar 90 dias, ir a outro país de Schegen e retornar a Suécia por mais 90 dias. Os 90 dias devem ser contados a partir da data de entrada na área de Schegen, ou seja, a partir da passagem pela imigração no aeroporto quando recebido o carimbo de entrada na União Européia. 

Os estrangeiros possuidores de uma permissão de residência em um país de Schengen, também podem, ao apresentá-la, viajar livremente nesta região durante 3 meses.

Cidadãos brasileiros não precisam de visto para viajar dentro da área Schengen, e podem ficar até 90 dias nos países de Schengen sem visto e sem nenhum pagamento de taxas.

Documentos para visitar Suécia como turista

De acordo com informação da site oficial do Departamento de Imigração da Suécia, os seguintes documentos são necessários para a entrada no país: 

  • Passaporte: Validade superior a 90 dias à duração da estada prevista
  • Extrato bancário 450,00 coroas suecas por pessoa e dia, ou carta convite com garantia de alimentação e alojamento do interessado durante a sua estadia.
  • Seguro-saúde/viagem: Cobertura de € 30.000,00 com validade nos países Schengen

 Recomendável levar um comprovante de emprego fixo no Brasil na hora do controle na entrada da Europa.

 Para mais informação acesse: www.migrationsverket.se

Navigation

Top